Comunidade escolar comemora reformas em unidades da rede estadual

As escolas da rede estadual de ensino do Paraná passam este ano por uma transformação. Reformas em salas de aula, quadras esportivas, banheiros, serviços de pintura, reparos nas redes elétrica e hidráulica, calçamento, troca de telhados e forros, entre outros serviços. As melhorias são executados com recursos do Escola 1000, programa do Governo do Estado que investe R$ 100 milhões em mil escolas – cada uma recebeu R$ 100 mil para intervenções definidas por diretores, professores, funcionários, alunos e pais. Foto: Divulgação SEED


As escolas da rede estadual de ensino do Paraná passam este ano por uma transformação. Reformas em salas de aula, quadras esportivas, banheiros, serviços de pintura, reparos nas redes elétrica e hidráulica, calçamento, troca de telhados e forros, entre outros serviços. As melhorias são executadas com recursos do Escola 1000, programa do Governo do Estado que investe R$ 100 milhões em mil escolas – cada uma recebeu R$ 100 mil para intervenções definidas por diretores, professores, funcionários, alunos e pais.

O Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), já autorizou projetos enviados por 368 unidades atendidas pelo Escola 1000. As obras começaram em 170 escolas e 78 terão os contratos e ordens de serviço assinados ainda nesta semana em diferentes regiões do Estado. Nas demais 120 escolas, outras etapas estão na fase final – como a avaliação técnica das prioridades definidas pela comunidade escolar e análise de documentos – e serão as próximas a terem as reformas liberadas.

Os trabalhos começaram em todo o Paraná no início deste ano e parte já foi concluída. “Nas escolas que estão com obras já é possível observar diferenças, não apenas na estrutura física, mas também na parte motivacional da equipe que trabalha nessas unidades. O ambiente contribui para o processo de ensino e aprendizagem. Os benefícios são muitos”, disse a secretária estadual da Educação, professora Ana Seres.

“Recuperando estas unidades oferecemos aos professores, funcionários e, principalmente aos alunos, uma melhor qualidade na infraestrutura. Assim, conseguimos aumentar a produtividade de todos”, destacou o diretor-presidente do Fundepar, Victor Hugo Boselli Dantas.

As escolas da rede estadual de ensino do Paraná passam este ano por uma transformação. Reformas em salas de aula, quadras esportivas, banheiros, serviços de pintura, reparos nas redes elétrica e hidráulica, calçamento, troca de telhados e forros, entre outros serviços. As melhorias são executados com recursos do Escola 1000, programa do Governo do Estado que investe R$ 100 milhões em mil escolas ? cada uma recebeu R$ 100 mil para intervenções definidas por diretores, professores, funcionários, alunos e pais. Foto: Divulgação SEED

BOA HORA

Na região Centro-Oeste, o Núcleo Regional de Educação de Campo Mourão administra sete obras. Uma delas acontece no Colégio Estadual Alberto Santos Dumont, em Campina da Lagoa, com a conclusão dos trabalhos prevista para o início de julho.

A escola recebe pintura interna e externa nas dez salas de aula, reforma completa da sala de xadrez e dos vestiários da quadra poliesportiva, que vão ganhar mantas térmicas, pintura, telhado e forro novos. Nesta região sete escolas estão em obras.

“Essa reforma veio em boa hora e vai animar os professores e alunos. Isso vai refletir no processo de ensino e aprendizagem, já que teremos uma escola mais agradável e com uma infraestrutura mais adequada”, disse o diretor Sergio Murilo Fernandes Mazer.

Uma comissão formada pela direção, professores, funcionários, pais e Conselho Escolar acompanha a obra de perto diariamente. “É importante esse envolvimento para aproximar a comunidade do cotidiano da escola e contribuir com sugestões e críticas que ajudam na administração da unidade”, disse Sergio.

NORTE – No Norte do Estado, 25 escolas administradas pelo Núcleo Regional de Educação de Cornélio Procópio serão reformadas. O investimento é de R$ 2,5 milhões. O Colégio Estadual Adelaide Glauber Ross, em Nova Fátima, é uma das unidades que recebe melhorias.

As reformas acontecem nas salas de aula (troca das janelas e portas), banheiros e refeitório, além do telhado e do forro de um dos quatro blocos. “As reformas na estrutura vão contribuir para o bem-estar dos alunos. O ambiente escolar tem que ser agradável e acolhedor porque isso reflete no comportamento dos estudantes, que sentem prazer em estar na escola”, afirmou a diretora Ana Lúcia de Lima Xavier.

RMC – No município de Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba, a troca do telhado e de todas as portas está em fase de conclusão no Colégio Estadual Vereador Luiz Maltaca. Também serão feitas a reforma dos banheiros dos professores e a substituição da rede elétrica. “É gratificante porque com estas melhorias e salas de aula mais confortáveis poderemos atender melhor os professores e os nossos 620 alunos” ressaltou a diretora-auxiliar Loren Kátia Pereira Lacerda.

Ainda na grande Curitiba, 13 escolas estão com obras adiantadas e outras dez devem começar os trabalhos no próximo mês. O Governo do Estado vai reformar 108 escolas na RMC com o investimento de R$ 10,8 milhões.

BENEFÍCIOS – Organizado pela Casa Civil e Secretaria de Estado da Educação, e executado pela Fundepar, o programa Escola 1000 contempla quase metade de toda a rede estadual do Paraná, formada por 2,1 mil unidades que atendem mais de 1 milhão de estudantes. Serão investidos R$ 100 milhões nas reformas e melhorias de mil escolas – cada uma recebe R$ 100 mil para as obras.

O grande destaque do programa é que as obras foram escolhidas pela própria comunidade. Em todas as unidades contempladas houve audiências públicas nas quais estudantes, pais, professores e funcionários priorizaram as necessidades para aplicação do dinheiro.

Seja o primeiro a comentar on "Comunidade escolar comemora reformas em unidades da rede estadual"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*