Escola estadual Olga Dellaia reabre após reforma de R$ 3 milhões, em Jaru

Instalações mais modernas e seguranças fazem parte da estrutura da escola após a reforma e ampliação

A Escola Estadual Olga Dallaia, localizada no centro da cidade de Jaru, foi reinaugurada nesta sexta-feira (30). Passou por reforma e ampliação para orgulho dos seus 1.230 alunos. Por ter a melhor nota do município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), as vagas para estudar na escola são bastante disputadas.

“É uma escola antiga e os moradores se identificam com ela. Aqui foram formados professores que, agora, preparam as futuras gerações”, disse o governador Confúcio Moura durante a cerimonia de inauguração. Disse ainda que a importância da escola Olga Dallaia é testemunhada pelos próprios moradores, que viram surgir nela cidadãos que estão bem posicionados profissionalmente na região.

A identificação com a população de Jaru não acontece por acaso. Durante as obras, os alunos, professores, orientadores e quadro administrativo foram distribuídos em três locais diferentes. O cronograma foi mantido. “Os alunos também se comprometeram. Não faltaram às aulas”, disse emocionada a diretora Ilza Rodrigues da Silva. No cargo desde 2011, ela apontou as melhorias no prédio como fator que vai contribuir para que as avaliações sejam ainda mais positivas a partir de agora.

CONFORTO

Confúcio Moura inaugurou a escola e fez homenagens aos familiares da educadora Olga Dallaia

As obras custaram pouco mais de R$ 3 milhões e teve o cronograma obedecido rigorosamente. O prédio ganhou um piso a mais para comportar mais salas de aula. Até os banheiros são novos. “Reformada mesmo, só a parte administrativa”, explicou a diretora.

Os alunos estão distribuídos em três turnos. A escola atende ensino fundamental e médio. Professores e alunos já foram premiados nas Olimpíadas de Matemática, por exemplo.

Os professores e corpo administrativo é composto por 117 profissionais. Uma porção significativa e composta por ex-alunos. É o caso da professora Silvana Saldanha Bitencourt, que, sorridente, recordou a adolescência vivencia naquele local.

A escola estadual originou-se de outro estabelecimento de ensino, que mudou para outro local. O prédio foi adaptado para funcionar com o nome de Olga Dellaia, homenagem uma professora pioneiras, cujos familiares foram à reinauguração.

REENCONTROS

Alunos se reencontram e aprovaram a unidade reformada

O primeiro dia de aula no novo prédio foi marcado por reencontros. Como as turmas foram distribuídas em quatro locais distintos para que as aulas continuassem transcorrendo normalmente, muitos alunos e professores não se viam há algum tempo.

A irreverência típica dos adolescentes se manifestou na algazarra, nos abraços carinhosos e brincadeiras. Durante a cerimônia de inauguração, eles receberam a missão de tomar posse do prédio, transmitida pelo secretário estadual da Educação Waldo Alves. “Vocês devem cuidar para que o conforto seja duradouro”, recomendou.

O prefeito João Gonçalves Júnior, o deputado federal Lúcio Mosquini e o deputado estadual Lazinho da Fetagro participaram da solenidade e elogiaram o governador Confúcio Moura por valorizar a educação e o município.

O município de Jaru está localizado a 290 quilômetros da capital, na BR 364. Tem economia, como toda a região, centrada na agropecuária. Sua origem está no povoamento iniciado em torno de um dos postos telegráficos instalados em 1912, pela missão chefiada pelo então coronel Cândido Mariano Rondon.


Seja o primeiro a comentar on "Escola estadual Olga Dellaia reabre após reforma de R$ 3 milhões, em Jaru"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*