Schirmer apresenta SIM/RS e aponta diagnóstico sobre a segurança em Santa Maria

A ferramenta foi apresentada junto com diagnóstico atual da segurança pública na cidade - Foto: João Alves/Prefeitura de Santa Maria


O Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM/RS) foi apresentado pelo secretário Cezar Schirmer, em Santa Maria, nesta sexta-feira (30). A ferramenta de atuação conjunta entre o Estado e o município no combate à criminalidade e à insegurança foi apresentada junto a um diagnóstico atual da segurança pública na cidade.

O diagnóstico apontou uma significativa queda em diversos indicadores de criminalidade, nos primeiros cinco meses deste ano, em Santa Maria. Os crimes de latrocínio, furto e roubo apresentaram diminuição de 33,3%, 20,6% e 11,9%, respectivamente, enquanto furto e roubo de veículo tiveram queda de 20,8% e 14,3%. Por outro lado, homicídio teve um aumento de 35,3%. “Estamos voltando nossas atenções ao crime de homicídio”, sintetizou o secretário.

Em comparação às 21 cidades gaúchas mais violentas, Santa Maria posiciona-se com os menores indicadores: 19º no ranking em homicídios e latrocínios, 17º em estupros e 21º em furto e roubo de veículos.“Os números absolutos, em todo o estado, ainda não são satisfatórios. Mas temos que reconhecer que a situação desta cidade é mais confortável que a maioria dos municípios de médio e grande porte”, comentou.

O propósito do SIM/RS, de acordo com o secretário, é diminuir ainda mais os indicadores na cidade. “O SIM visa integrar as instituições públicas e comunitárias, em todos os níveis, no combate à criminalidade. Tenho a convicção de que Santa Maria, por todos os instrumentos que apresenta, pode se tornar uma referência em segurança pública para o Rio Grande do Sul e para o país. Mas, para isso, precisamos a união de todos”, disse Schirmer.

SIM/RS

O SIM/RS é formado por cinco eixos: tecnologia; informação e inteligência; operações; prevenção primária; sistema penitenciário e ressocialização. Cada eixo conta com uma série de ações, determinadas de acordo com a realidade de cada município.

A assinatura do termo de cooperação estabelece as obrigações mútuas, as do Estado e a dos parceiros. No entanto, a adesão ao sistema não é padrão: ela é construída com base na estrutura disponível do Estado e do município ou instituição proponente.

Entre as possibilidades de cooperação a partir da adesão ao SIM/RS estão a integração de sistemas, o compartilhamento de infraestruturas tecnologias, a troca de informações voltadas ao combate da criminalidade, a construção de uma doutrina única de capacitação e qualificação aos agentes da Segurança Pública, a adoção de políticas antidrogadição e a reinserção de apenados na sociedade.

Seja o primeiro a comentar on "Schirmer apresenta SIM/RS e aponta diagnóstico sobre a segurança em Santa Maria"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*