Huse registra alta nos atendimentos a queimados, mas cai índice de acidentes com fogos


A maioria dos pacientes que se acidentaram com fogos é composta por crianças, um total de 28

No mês de junho a Unidade de Terapia de Queimados (UTQ) do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) atendeu um total de 120 pessoas. Os números mostram que em 2017 houve um aumento geral nos casos atendidos pelo Huse em relação ao quantitativo de atendimentos no mesmo período do ano passado, no entanto, foi registrada uma queda no total de pessoas que se acidentaram ao soltar fogos durante os festejos juninos.

Em 2016 a UTQ do Huse recebeu 87 pessoas vítimas de queimaduras, sendo que entre elas, 51 haviam se acidentado ao soltar fogos. Já neste ano o setor realizou 120 atendimentos, 48 a vítimas de queimaduras por fogos, o que representa 40% do total. A maioria dos pacientes que se acidentaram com fogos é composta por crianças, um total de 28. O hospital realizou três amputações em decorrência de queimaduras, duas em adultos e uma em criança.

A maior parte dos acidentes provocados pela soltura de fogos de artifício ocorreu nas noites de São João e São Pedro, com 14 atendimentos em cada uma delas. De acordo com a Referência Técnica da Cirurgia Plástica no Huse, Moema Santana, apesar de configurada uma queda no número de atendimentos por acidentes com fogos, ainda é preciso estimular práticas de cuidados e prevenção, quando se fala em queimaduras. “As pessoas tomaram cuidado com as crianças em relação aos fogos de artifício. Já os adultos, faltou atenção, principalmente com o excesso em relação a bebida alcoólica que reduz os reflexos”, explicou.

Atendimento garantido

Todo um preparativo foi montado para receber as vítimas que chegaram pelo Pronto Socorro do Huse. Com a finalidade de garantir agilidade na assistência e desafogar o serviço no Pronto Socorro durante os festejos juninos, foi criada uma sala exclusiva para assistência imediata às vítimas de queimaduras. O espaço serviu de apoio à UTQ, funcionou do dia 23 ao dia 29 e foi uma área destinada a essa demanda específica ainda na primeira porta de acesso ao hospital.

Além disso, uma equipe multidisciplinar formada por cirurgiões plásticos, enfermeiros e técnicos de enfermagem estiveram de plantão 24h para atender a demanda de queimados que chegaram ao hospital. A estrutura da UTQ também contribuiu para a assistência desses pacientes. Foram 14 leitos, sendo quatro pediátricos, dois semi-intensivos e oito para adultos, alguns leitos reservados na enfermaria da Ala D, além de um centro cirúrgico para a realização de curativos e pequenos procedimentos e algumas.

Seja o primeiro a comentar on "Huse registra alta nos atendimentos a queimados, mas cai índice de acidentes com fogos"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*