TRE vai fazer cadastro biométrico em unidades socioeducativas

A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) firmaram parceria nesta quinta-feira (13) para levar o cadastramento biométrico a adolescentes custodiados pelo Estado nas unidades de internação localizadas na região metropolitana de Belém. O serviço será estendido a servidores e familiares dos socioeducandos. A parceria vai agilizar o atendimento a esse público e garantir o direito ao voto já nas próximas eleições. FOTO: TIAGO FURTADO / ASCOM FASEPA DATA: 13.07.2017 BELÉM - PARÁ

A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) firmaram parceria nesta quinta-feira (13) para levar o cadastramento biométrico a adolescentes custodiados pelo Estado nas unidades de internação localizadas na região metropolitana de Belém. O serviço será estendido a servidores e familiares dos socioeducandos. A parceria vai agilizar o atendimento a esse público e garantir o direito ao voto já nas próximas eleições.

A reunião na sede do TER teve a participação do presidente da Fasepa, Simão Bastos, que foi recebido pela presidente do tribunal, desembargadora Célia Regina de Lima Pinheiro. Na ocasião, foram discutidos também os resultados da ação executada em junho no Centro Socioeducativo Masculino, que levou a ação Programa Eleitor do Futuro, da Escola Judiciária Eleitoral, garantindo atendimento a cerca de 90 pessoas, incluindo adolescentes, familiares e servidores.

Segundo Simão Bastos, a parceria com o TRE contribui com o processo de ressocialização dos internos, além de levar para eles a importância do voto. “Essa parceria é extremamente importante no universo socioeducativo, já que cria outros espaços de educação com outros projetos do próprio TRE, dando oportunidade de inclusão social aos adolescentes. A partir de uma experiência exitosa entre as duas instituições dentro de uma unidade socioeducativa, damos a eles o direito ao voto e exercício da cidadania nas próximas eleições”, destacou.

A presidente do TRE destacou que a parceria vai potencializar o processo de cidadania dos internos, além de fazer com que a instituição conheça de perto a realidade dos adolescentes custodiados na Fasepa. “A partir da visita da nossa instituição à unidade socioeducativa, vimos que existe um lado positivo nesse trabalho que é bastante construtivo. Por isso, a presença do TRE é fundamental. Fico muito feliz com essa troca de experiência e em conhecer esse trabalho da Fasepa e que vocês também possam conhecer o nosso trabalho”, declarou.

Ao final da reunião, ficou acertado que o cadastramento biométrico, assim como o Programa Eleitor do Futuro será estendido para outras unidades da Fasepa. A expectativa é que o atendimento seja entre os próximos dias 26 e 28 deste mês.

Seja o primeiro a comentar on "TRE vai fazer cadastro biométrico em unidades socioeducativas"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*