​Novo espaço aproxima visitante do Parque Estadual da Serra do Rola-Moça

Novo Centro de Visitantes é fruto de parceria entre o Estado e a iniciativa privada

Parque é uma das mais importantes áreas verdes do estado, situado na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça ganhou um Centro de Visitantes que será a porta de entrada para o turista que deseja conhecer as riquezas da unidade de conservação, localizada na porção sul da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O espaço reunirá informações da área para que as pessoas conheçam um pouco do que irão encontrar no seu passeio pelas paisagens.

O centro dispõe de um auditório para 45 pessoas, além de um anfiteatro para atividades ao ar livre. A estrutura está localizada na entrada do bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, próxima à Sede Administrativa e ao Centro de Observações de Astros Professor Francisco Prado.

“Em breve, será montada a exposição que segue o padrão das encontradas nos Centros de Visitantes das unidades de conservação estaduais, que permite que o público tenha contato com informações, fotos, mapas e até sensações sobre a fauna, a flora, o relevo, a hidrografia e a geologia da área”, afirma o gerente do parque, Marcus Vinícius de Freitas.

O prédio foi construído pela mineradora Vale em atendimento a uma das condicionantes do processo de licenciamento da Mina Capão Xavier e tem como objetivo acolher os visitantes e oferecer mais possibilidades de uso para a comunidade. Foram investidos cerca de R$ 7 milhões na estrutura.

Inauguração

Na solenidade de inauguração do Centro de Visitantes, realizada nesta semana, o diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), João Paulo Sarmento, observou que a estrutura traz a comunidade para dentro do parque. “Queremos que o Centro seja usado para atividades de educação ambiental, turismo, reuniões, enfim, tudo aquilo que a unidade de conservação pode nos ensinar”, afirmou.

Sarmento destacou mais essa parceria do Governo de Minas Gerais com a iniciativa privada para melhorar os serviços oferecidos ao cidadão. “Parceria é a palavra fundamental para conseguirmos executar as ações”, observou. “Nenhum setor consegue fazer as coisas sozinho, especialmente numa área que envolve a todos como o meio ambiente”, completou.

O gerente executivo de Licenciamento Ambiental, Estudos, Espeleologia, Saúde e Segurança da Vale, Rodrigo Dutra Amaral, destacou a reabilitação do entorno da área onde foi implantado o Centro de Visitantes. “Foi feito um plantio de 40 mil mudas vindas do Centro de produção de mudas da Vale no Miguelão”, destacou.

Parque conta com estrutura eficiente para combate a incêndios florestais (Crédito: Janice Drumond)

A Vale cedeu, ainda, um caminhão-pipa ao parque para atender demandas de combate a incêndios florestais. O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça é uma das áreas mais vulneráveis ao fogo, especialmente no período mais seco do ano, que vai de julho a outubro, época do inverno.

A unidade de conservação também é uma das que possui uma das estruturas mais eficientes para combate ao fogo com cerca de 100 pessoas mobilizadas para combate a ocorrências de incêndios no interior e no entorno do parque, além de uma unidade do Corpo de Bombeirosespecializada em incêndios florestais, localizada dentro da unidade.

Estrutura

Com a inauguração do Centro de Visitantes, o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça aperfeiçoa sua estrutura que já era uma das melhores no atendimento aos visitantes e na proteção aos recursos naturais.

Na sua entrada pelo município de Nova Lima, o parque possui um Centro de Administração com auditório para 90 pessoas, salas para reuniões e para Polícia de Meio Ambiente. Na entrada pelo Barreiro, em Belo Horizonte, há outro Centro de Administração com auditório para 60 pessoas, salas da administração, além de residências para funcionários e casa do Grupamento de Polícia de Meio Ambiente e do Corpo de Bombeiros Militar.

O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça é uma das mais importantes áreas verdes do estado. Situado na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), é o terceiro maior parque em área urbana do país e abriga alguns dos mananciais que abastecem a capital. A unidade de conservação está localizada nos municípios de Belo Horizonte, Nova Lima, Ibirité e Brumadinho e foi criada em 1994.

Os 3.941,09 hectares do Parque Estadual da Serra do Rola-Moça são habitat natural de espécies da fauna ameaçadas de extinção como a onça parda, a jaguatirica e o lobo-guará. A unidade de conservação está situada numa zona de transição de Cerrado para Mata Atlântica, rica em campos ferruginosos e de altitude. O parque abriga seis importantes mananciais de água que garantem a qualidade dos recursos hídricos que abastecem parte da população da RMBH.


Seja o primeiro a comentar on "​Novo espaço aproxima visitante do Parque Estadual da Serra do Rola-Moça"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*