Moradores intensificam preparativos para Batalha entre Mouros e Cristãos em Mazagão Velho

Wyllian Bahia de Sousa, 45 anos, foi escolhido para representar o personagem principal da festividade: São Tiago - Foto: André Rodrigues

Ponto alto da festa acontece nesta terça-feira, 25. São 240 anos de tradição de uma das maiores festas religiosas e culturais do Estado do Amapá

Na véspera da data em que se comemorada a Festa de São Tiago e feriado estadual alusivo ao santo, aumentam as expectativas dos moradores do distrito de Mazagão Velho. São 240 anos de tradição de uma das maiores festas religiosas e culturais do Estado do Amapá.  Nas primeiras horas desta segunda-feira, 24, iniciaram os preparativos para o ponto alto, dia 25 de julho, momento das encenações, em que os moradores produzem figurinos e dão vida aos personagens para representação da Batalha entre Mouros e Cristãos.

De família tradicional da vila de Mazagão Velho, Wyllian Bahia de Sousa, 45 anos, foi escolhido por meio de sorteio para representar o personagem principal da festividade, São Tiago. Ele conta que seus avós foram um dos primeiros habitantes do local, e a tradição passou de geração para geração. Em anos anteriores ele já fez a representação dos personagens Menino da Caldeirinha e no festejo das crianças a figura de São Tiago.

Desde os primeiros encontros para definir a programação, o figurante cumpre uma agenda longa de responsabilidades. “Faço parte da associação da Festa de São Tiago, e é uma honra estar representando este ano o personagem principal da nossa festa com muito respeito e dedicação”, ressaltou Wyllian.

Na residência da dona de casa Raimunda Bahia de Sousa, de 64 anos, que acompanha as festividades há 47 anos, os preparativos para a Festa de São Tiago começaram no início do mês, com a decoração da faixada da casa com flores, tecidos e fitas coloridas. “Faço questão de montar o nosso altar com a imagem de São Tiago que fica logo na sala de entrada da minha casa. Esse é um momento emocionante e de fé para toda minha família”, enfatizou Raimunda.

Entrega dos Presentes

Ainda na véspera do feriado, no fim da tarde, acontece o ritual da “Entrega dos Presentes” aos cristãos, que segundo a tradição era comida envenenada. Os figurantes levam pratos com iguarias até a residência de famílias tradicionais, onde durante a semana foram realizadas as alvoradas. Como em outros anos, os organizadores cozinham frangos e carnes em porções produzidas com arranjos para serem servidos.

Baile de Máscaras

Os moradores produziram ainda, o famoso “caldo quente” que foi servido durante todo o dia 24 para os participantes do Baile de Máscaras, às 23h. Segundo Raimundo Conceição, que há mais de 30 anos acompanha e faz parte da organização da festa, os preparativos começam com a compra dos ingredientes da iguaria, às 7h da manhã, e a comida é levada ao fogo. “Fazemos tudo com muito carinho e respeito a nossa tradição, todos podem provar do caldo quente, que dá forças e ânimo para acompanharem toda programação”, afirmou.

De acordo com a narrativa, os mouros ofereceram um baile para comemorar a vitória que achavam ter obtido com a morte dos soldados cristãos que teriam comido o alimento envenenado. Porém os cristãos desconfiaram dos presentes e não ingeriram os alimentos e se infiltraram na festa e usando máscaras, levando a comida envenenada, que foi consumida pelo mouros. “Essa comemoração acontece no Barraco de São Tiago. Estaremos fantasiados e mascarados, sendo que nessa festa só participarão os homens”, explicou o morador Raimundo Nonato, 67 anos.

Ponte da integração

Essa será a primeira realização da festividade após a inauguração da Ponte da Integração. Com a entrega da ponte pelo governo do Estado, em dezembro do ano passado, o trafego entre os municípios de Macapá, Mazagão e Santana foi facilitado. Com a melhoria aprovada pela população dos três municípios este ano, a expectativa é que no ponto alto da festa, cerca de 30 mil pessoas passem pelo distrito de Mazagão Velho.

240ª Festa de São Tiago

A Festa de São Tiago é uma tradição trazida da África pelas famílias de colonos portugueses, em decorrência dos conflitos político-religiosos entre portugueses (cristãos) e muçulmanos (mouros).

Realizado desde 1777, na vila de Mazagão Velho, o evento consiste na encenação de um espetáculo de fé, que conta a história do guerreiro Tiago, soldado anônimo que lutou ao lado do povo de Cristo, ajudando a vencer as grandes batalhas contra os mouros.

A festividade em homenagem a São Tiago mistura rituais religiosos, cavalhada e teatro a céu aberto. É realizada pela comunidade local, através da Associação Cultural da Festa de São Tiago (ACFST), com apoio do Governo do Estado do Amapá e Prefeitura de Mazagão.

Seja o primeiro a comentar on "Moradores intensificam preparativos para Batalha entre Mouros e Cristãos em Mazagão Velho"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*