Jogos Escolares da Juventude vão reunir mais de 3 mil atletas em Brasília

Assinaram o termo de cooperação entre o governo de Brasília e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) para os Jogos Escolares da Juventude 2017 o gerente-geral de Juventude e Instalações, do COB, Edgar Hubner, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, a secretária do Esporte, Turismo e Lazer do DF, Leila Barros, e o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho. Foto: Tony Winston/Agência Brasília


Estimativa da Secretaria do Esporte foi divulgada nesta quinta (27), na assinatura do acordo de cooperação entre governo de Brasília e COB no Palácio do Buriti. DF sediará a etapa de 15 a 17 anos, de 16 a 25 de novembro

Em cerimônia no Palácio do Buriti, foi assinado nesta quinta-feira (27) o acordo de cooperação entre o governo de Brasília e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) para os Jogos Escolares da Juventude 2017.

Assinaram o termo o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, o gerente-geral de Juventude e Instalações, do COB, Edgar Hubner, a secretária do Esporte, Turismo e Lazer do DF, Leila Barros, e o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho.O documento estabelece os compromissos dos dois entes na organização do maior evento esportivo estudantil do País, do qual Brasília será uma das sedes.

A disputa reúne alunos de instituições de ensino públicas e privadas de todo o Brasil, em 14 modalidades. Consideradas as fases seletivas, os números chegam a mais de 2 milhões de atletas e cerca de 4 mil cidades participantes.

Para o governador, os Jogos serão “uma atividade que só trará benefícios para a população e especialmente para os estudantes”. Rollemberg destacou que o torneio tem não só o componente educativo, mas também turístico, econômico e de cidadania para a cidade.

Desde 2005, quando o COB assumiu a frente dos Jogos Escolares da Juventude, Brasília recebeu as duas primeiras edições. Para essa etapa de 2017, de acordo com Edgar Hubner, serão investidos pelo comitê cerca de R$ 8 milhões e utilizados 16 hotéis da cidade e aproximadamente 27 mil diárias.

O gerente-geral de Juventude e Instalações também destacou itens considerados no processo de escolha de uma cidade para receber os Jogos. “Basicamente são: rede hoteleira, que é a capacidade de receber as pessoas e também os custos dessa rede; o parque esportivo, que envolve toda a parte de locais de competição, o centro de convenções [no caso de Brasília, o Ulysses Guimarães]; e também, principalmente, o apoio governamental”, detalhou.

16 a 25 de novembroEtapa dos Jogos Escolares da Juventude 2017 em Brasília

As etapas nacionais ocorrerão em duas capitais. Curitiba (PR) receberá os alunos de 12 a 14 anos, de 12 a 21 de setembro, e Brasília (DF) sediará a fase dos estudantes de 15 a 17 anos, de 16 a 25 de novembro.

De acordo com a Secretaria do Esporte, a expectativa é que a capital federal receba mais de 3 mil alunos-atletas.

Em Brasília, o programa de competição engloba as seguintes modalidades:

  • Atletismo
  • Badminton
  • Basquete
  • Ciclismo
  • Futsal
  • Ginástica Rítmica
  • Handebol
  • Judô
  • Luta Olímpica
  • Natação
  • Tênis De Mesa
  • Vôlei
  • Vôlei De Praia
  • Xadrez

Segundo a pasta do Esporte, as competições ocorrerão em 22 instalações esportivas, e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães reunirá o comitê organizador, o restaurante e o centro de convivência.

A estimativa é que o governo de Brasília invista cerca de R$ 3 milhões no evento, com recursos do Conselho de Administração do Fundo de Apoio ao Esporte. O dinheiro deve ser utilizado em áreas como fornecimento de transporte, estruturas temporárias e mobiliários e prestação de serviços de recursos humanos, a exemplo de brigadistas e equipes de limpeza.

O Executivo local é responsável, ainda, por ações como a cerimônia de abertura, prevista para ser no Ginásio Nilson Nelson.

“Muitos desses atletas figurarão possivelmente em olímpiadas representando o Brasil”Leila Barros, secretária do Esporte, Turismo e Lazer

“É um evento extremamente esperado pela comunidade do desporto escolar. Muitos desses atletas figurarão possivelmente em olimpíadas representando o Brasil”, disse Leila Barros, ao destacar que Brasília mais uma vez mostrará a capacidade de sediar grandes eventos.

A importância do esporte para o desenvolvimento de um espírito de coletividade foi ressaltada pelo secretário de Educação, Júlio Gregório Filho. “Isso serve de estímulo para que nossas escolas cada vez mais trabalhem a sua educação física de maneira a contemplar não só o desenvolvimento físico, psicológico, mas também essa capacidade de trabalhar em equipe.”

O que são os Jogos Escolares da Juventude

Os Jogos Escolares da Juventude são o maior celeiro de talentos olímpicos do País. A competição estudantil revela, a cada ano, novos nomes para o esporte.

Da delegação de 465 atletas do Time Brasil que participaram da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, 52 eram egressos dos Jogos Escolares da Juventude. Entre eles, destacaram-se Mayra Aguiar e Sarah Menezes, do judô, e Hugo Calderano, do tênis de mesa.

Leia o pronunciamento do governador Rodrigo Rollemberg na assinatura do termo de cooperação para os Jogos Escolares da Juventude 2017.

Seja o primeiro a comentar on "Jogos Escolares da Juventude vão reunir mais de 3 mil atletas em Brasília"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*