Adolescentes da Funase recebem capacitação e qualificação profissional pelo CIEE

Palestras são ministradas por voluntários e ajudam na reinserção social e produtiva dos socioeducandos


Desde maio deste ano, adolescentes das Casas de Semiliberdade (Casem) participam de Ciclos de Palestras de capacitação e qualificação profissional. A atividade visa preparar os adolescentes para a busca por um espaço no mercado de trabalho formal. Os socioeducandos da Casem Santa Luzia e Areais já finalizaram o ciclo. A atividade acontece no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Santa Luzia e seguirá para a Casem Rosarinho e Casa Amarela.

As palestras são ministradas, semanalmente, por voluntários do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), com até duas horas de duração, sendo divididas em dois blocos. Entre os temas estão: a criatividade como um diferencial competitivo, estímulo do espírito empreendedor, desenvolvimento da expressão verbal, a imagem profissional, preparação de currículo, comportamento e postura no local de trabalho, entrevistas de emprego e trabalho em equipe.

Segundo a Assistente de Projetos Sociais do CIEE, Anele Lima, essas palestras ocupam a lacuna e dificuldade, que tanto os socioeducandos quanto muitos outros jovens têm, de lidar com essas situações. “Tudo que esses adolescentes querem é apenas uma chance de serem vistos, ouvidos. Uma chance de serem mais instruídos também. Muitas vezes os adolescentes não conseguem ocupar as vagas por conta dessa falta de preparo, não porque são incapazes de desenvolver o trabalho”, destacou.

Fundamentada em uma metodologia participativa, a iniciativa é baseada no diálogo, no confronto de ideias e na troca de experiências entre os participantes. Com o apoio de recursos audiovisuais e outros equipamentos eletrônicos, como TV, DVD, aparelho de som, data show e de outros meios que reforçam a produção do conhecimento, do desenvolvimento interpessoal, das potencialidades e aptidões dos adolescentes. Além disso, são realizadas técnicas de dinâmica de grupo para estimular a participação do jovem, bem como o emprego de jogos pedagógicos para desenvolver a agilidade de raciocínio, sistematizar informações e gerar novos conhecimentos.

Para o coordenador do Eixo Profissionalização, Normando Albuquerque, o Ciclo de Palestras prepara os adolescentes para circunstâncias que eles ainda não experimentaram. “Às vezes se cria um pânico em relação a uma entrevista pelo desconhecimento e os adolescentes, assim como muitas pessoas, acabam não sabendo como se comportar. Encaminhamos adolescentes para estágios ou vagas de programa de aprendizagem, então, é importante prepará-los. Isso, de algum modo, ajuda na reinserção social e produtiva, que é o que a gente busca o tempo todo”, disse.

Após a participação integral, os adolescentes recebem certificados que comprovam a experiência adquirida com o contato com conteúdos estratégicos para o mercado de trabalho. A expectativa é que as palestras continuem ao longo do ano e que, no mínimo, 50 adolescentes sejam certificados.​

Seja o primeiro a comentar on "Adolescentes da Funase recebem capacitação e qualificação profissional pelo CIEE"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*