Ceasa dá dicas de como economizar na cozinha e aproveitar melhor os alimentos


Economizar no orçamento sempre foi uma das preocupações dentro de uma casa. Isso se estende também à cozinha, onde podemos fazer mais com menos, apenas mudando alguns hábitos diários. Com atitudes simples logo notaremos a diferença no final do mês.

Segue abaixo nossas dicas para economizar na cozinha.

1. Vá ao mercado apenas uma vez por semana. Leve uma lista do que precisa comprar e escolha o dia conforme as ofertas que o mercado costuma oferecer.

2. Quando cozinhar legumes, reserve a água para fazer molhos, sopas ou cozinhar o arroz. Além de economizar na cozinha, deixará seus pratos mais nutritivos.

3. Quando for usar o forno, procure assar vários pratos de uma vez. Economizará seu tempo e gás. E quando retirá-los já prontos, coloque fatias de pães amanhecidos com manteiga e terá deliciosas torradas com apenas o calor restante do forno já deligado.

4. Sobras de pães podem ser usadas para fazer pudim, acompanhar sopas e também saladas. Quando estiverem mais durinhos, corte-os em pequenos quadrados e frite com pouca manteiga. Em seguida, tire o excesso de óleo com papel absorvente e guarde-os em um recipiente bem tampado e sirva em refeições como sopas, caldos ou saladas.

5. Comprar queijo em peça é muito mais em conta, mas pode, já no final, estar com suas pontas ressecadas, o que tira bastante da sua textura original. Portanto, rale esses pequenos pedaços e guarde-os em um pote bem tampado. Poderá usá-los para compor um molho, uma omelete ou até mesmo em uma pizza caseira ou pratos gratinados.

6. Guarde as cascas e sementes da maçã para ter uma geleia deliciosa e feita por você. Cozinhe as cascas e sementes em pouca água (o suficiente que as cubra na panela). Junte o suco de um limão e deixe em fogo brando até que fiquem bem moles e macias. Coe com bastante cuidado e devolva ao fogo, com água e açúcar. A sua consistência ficará mais grossa e pronto!

7. Não compre suco de laranja, compre a laranja e faça seu suco. Além de mais barato é mais saudável. Escolha aquelas que forem mais pesadas e que possuam a casca mais lisa possível, isso é sinal de mais caldo.

8. Se usar apenas metade da cebola, pode guardá-la envolta de plástico filme e na falta dele, passe manteiga em sua parte cortada. Isso evitará que ela resseque e assim mantenha seu sabor natural.

9. Caso tenha comprado tomates demais porque estavam em promoção, use os mais maduros para fazer um molho e guardar em geladeira. Porém, não deixe de acrescentar uma colher de chá de açúcar e outra de sal. Isso não deixará que o concentrado fermente e se perca.

10. Durante o cozimento dos alimentos, procure manter as panelas com suas tampas fechadas ou semi-fechadas, isso fará com que cozinhem muito mais rápido.

11. Deixe o feijão de molho de um dia para o outro em água fria. Enquanto descansa os grãos amolecem, e precisará de muito menos tempo de cozimento.

12. Aproveite as folhas externas e maiores dos pés de verduras. Elas costumam ser as mais nutritivas, além de ser desperdício jogá-las fora por simplesmente achá-las feias ou judiadas. Lave-as bem, retire partes queimadas e corte-as bem fininho e refogue.

13. Inclusive, não jogue fora aquelas verduras que estão começando a perder a cor viva. Se o processo de envelhecimento está só no começo, convém ainda consumi-las. Para deixar com uma aparência mais vívida, coloque pitada de açúcar na água que for cozinhá-la.

14. Quando comprar ovos em grande quantidade, observe o tempo de armazenamento. Para ter certeza que ainda estão frescos, mergulhe-os na seguinte solução: três colheres de sal em 1 litro de água. Os ovos novos afundam, os que já têm alguns dias ficam boiando e os impróprios para o consumo vêm à tona imediatamente.

15. Lembre-se que cozinhar sua própria refeição é muito mais barato e saudável. Deixe as saídas para restaurantes uma vez na semana ou em dias especiais.

16. Para aliviar o orçamento na compra de carnes, opte por uma refeição vegetariana na semana. Se agradar o paladar, aumente para mais vezes. Há inúmeros pratos deliciosos e muito em conta. Economizar na cozinha te leva a conhecer novos pratos!

17. Sopas são refeições muito agradáveis e que fazem muito bem à saúde. Faça uma grande porção de uma vez, economizando assim nos ingredientes e gás; depois, congele-as em pequenas porções em potes bem tampados.

18. Procure deixar alimentos que se aproximam da validade na primeira prateleira da geladeira. Assim, saberá o que precisa ser usado logo e dará prioridade a pratos com esse ingrediente. Por exemplo, digamos que tenha em sua geladeira frango desfiado e um pedaço de queijo que já está para vencer. Isso não lhe parece ótimo para uma omelete recheada e para economizar na cozinha durante os dias?

19. Se as frutas que comprou estão quase passadas, procure batê-las no liquidificador e colocá-las em saquinhos. Congele-as e quando quiser um suco bem gostoso, basta adicionar água e bater no liquidificador.

20. Procure comprar legumes, verduras e laticínios de pequenos produtores. Além de mais barato são muito mais saudáveis e frescos.

MAIS SOBRE A CEASA

A Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa) fundada há mais de 40 anos é um espaço diversificado que reúne vendedores e compradores, produtores e comerciantes, consumidores e prestadores de serviços, agentes públicos e informais em uma intensa relação comercial e social.

Por mês são comercializadas, em média, 14 toneladas de alimentos, que abastecem supermercados, hotéis, mercadinhos e clientes domésticos que aproveitam os preços baixos para encher a geladeira de frutas, verduras, legumes, carnes e laticínios pagando muito pouco.

O hábito de economizar na hora de preparar os alimentos faz parte de uma cultura educativa permanente. De acordo com a Dra. Wallis Maria, nutricionista da Ceasa, o ato de preparar o alimento e de alimentar-se é uma cultura promotora de saúde, bem-estar, qualidade de vida, geração de renda, cidadania e desenvolvimento. “E nada melhor que conquistarmos todos esses benefícios preservando, ainda, o meio ambiente com atitudes simples, econômicas e conscientes onde todos saem ganhando”, finaliza.

Com o intuito de preservar o meio ambiente e de ajudar a quem necessita, a Ceasa, por meio do Governo do Rio Grande Norte, mantém há 14 anos o Programa Social Cesta Solidária, criado com o objetivo de arrecadar e selecionar produtos hortifrútis doados pelos permissionários da Ceasa.

Os alimentos que perderam o valor comercial, mas que carregam os valores nutricionais intactos e estão próprios para consumo são selecionados e distribuídos a famílias em vulnerabilidade social e instituições filantrópicas cadastradas no programa. Atualmente são atendidas 120 famílias que recebem as cestas duas vezes por mês e mais 20 instituições devidamente cadastradas. A meta até o final de 2017 é aumentar em 20% o número de beneficiados.

Seja o primeiro a comentar on "Ceasa dá dicas de como economizar na cozinha e aproveitar melhor os alimentos"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*