Base Comunitária de Segurança comemora três anos com serviços à comunidade

Base Comunitária de Segurança do Uruguai, faz 3 anos Para comemora os 3 anos a Base Comunitária de Segurança do Uruguai, faz ações para comunidade. Foto: Elói Corrêa/GOVBA


A Base Comunitária de Segurança (BCS) do Uruguai, em Salvador, comemora três anos de inauguração. Nesta sexta-feira (11), para marcar da data, a unidade ofereceu à comunidade serviços como avaliação nutricional, aferição de pressão arterial, massoterapia e dicas de higiene bucal, além de emissão de carteira de identidade e assistência jurídica.
“Esse tipo de serviço jurídico aqui é muito mais rápido. É perto da minha casa e venho andando. Ainda tenho a segurança de ser atendida na base comunitária”, destacou a dona de casa Nilzete Santos, 59 anos, moradora do Uruguai. “Não tive trabalho nenhum para tirar a minha identidade. O atendimento aqui é muito rápido e de fácil acesso”, afirmou o também morador Eduardo Santana, 37.
As Bases Comunitárias de Segurança integram o programa estadual Programa Pacto pela Vida. A filosofia de atuação das unidades é o policiamento comunitário. De acordo com o diretor do Instituto de Ensino e Pesquisa da Polícia Militar, coronel Sérgio Baqueiro, a comemoração ratifica a missão da base de servir e proteger a comunidade. “O diálogo com a população é essencial para o alcance dos objetivos das bases comunitárias”.
A comandante da BCS do Uruguai, tenente Carla Elis, lembra que a relação de proximidade com a comunidade é diária e construída na base da confiança. Para ela, é gratificante “perceber a mudança das pessoas perante os policiais da base. No início, havia uma grande resistência da comunidade com a implantação da base. Hoje posso sentir a confiança que a comunidade tem conosco”.
Foto: Elói Corrêa/GOVBA

(Foto: Elói Corrêa/GOVBA)

Além de atuar na redução dos índices de violência e criminalidade, as bases promovem diversas ações sociais. A soldada Jucineia Souza, por exemplo, é instrutora do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) no Uruguai. “Como policiais, temos um papel determinante na transformação da nossa comunidade. Devemos fazer a nossa parte e conscientizar as pessoas de que a Polícia Militar existe para dar a assistência que elas precisam. Temos que encorajá-las a sempre usar a nossa ajuda”.
O Governo do Estado investiu R$ 487 mil na instalação da BCS do Uruguai. Na capital, outras 10 bases estão instaladas no Calabar, Narandiba, São Caetano, Rio Sena, Fazenda Coutos, Águas Claras, Nordeste de Amaralina, Santa Cruz, Chapada do Rio Vermelho e Bairro da Paz. No interior, as unidades funcionam em Lauro de Freitas (Itinga), Camaçari, Feira de Santana (Rua Nova e George Américo), Itabuna (Monte Cristo), Vitória da Conquista (Nova Cidade) e Porto Seguro (Baianão).

Seja o primeiro a comentar on "Base Comunitária de Segurança comemora três anos com serviços à comunidade"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*