DF registra 3.593 casos de dengue neste ano até agosto

Número representa queda de 79,16% em relação ao mesmo período do ano passado, quando houve 17.237 notificações. Dado foi divulgado nesta quinta (10)

De janeiro até a primeira semana de agosto, a Secretaria de Saúde registrou 3.593 casos prováveis de dengue em residentes do Distrito Federal. O número representa uma queda de 79,16% em relação ao mesmo período do ano passado: 17.237.

No caso de pessoas que moram em outras unidades da Federação, foram computadas 494 notificações prováveis neste ano. Em 2016, o montante era de 2.086 — 76,32% a mais.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (10) por meio do Informativo Epidemiológico nº 31.

As regiões administrativas mais atingidas pela doença causada pelo mosquito Aedes aegypti são: Planaltina, Ceilândia, Samambaia, Gama, São Sebastião, Santa Maria, Taguatinga, Recanto das Emas, Estrutural e Guará.

Juntas, elas concentraram 76% dos casos prováveis. O boletim aponta ainda que a maioria dos registros se deu na faixa etária de 20 a 49 anos de idade (56%).

No grupo até os 19 anos, foram computados 26% dos casos. Os de mais de 50 anos concentraram 18% das notificações.

Quantidade de mortes também diminuiu

De acordo com o levantamento, o número de mortos entre residentes do DF também diminuiu consideravelmente neste ano. Foram registrados nove casos graves e quatro óbitos em 2017. No mesmo período de 2016, ocorreram 41 notificações graves, 22 fatais.

As duas outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti também tiveram redução. A febre chikungunya apresentou 132 incidências prováveis em 2017 contra 397 no ano passado.

Os casos prováveis da doença aguda causada pelo zika vírus somam 67 ocorrências neste ano. Em 2016, no mesmo período, foram 380.


Seja o primeiro a comentar on "DF registra 3.593 casos de dengue neste ano até agosto"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*