Dia Técnico debate a fruticultura irrigada no Tocantins


Com objetivo de disseminar tecnologias para a fruticultura no Tocantins, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), em parceira com o Distrito de Irrigação Manuel Alves (Dima) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e instituições privadas, realizam nesta sexta-feira, 18, o 1º Dia Técnico da Fruticultura – 1º Tecnifruti. O público alvo são fruticultores e técnicos da área.

O Tecnifruti faz parte da meta do Programa de Produção Integrada de Frutas, desenvolvido pelo Governo do Tocantins, por meio da Seagro contará com a presença do secretário da Agricultura, Clemente Barros, representantes de instituições privadas e empresas que produzem tecnologias para a produção de frutas na região, técnicos e produtores rurais.

O diretor de políticas para a Agricultura e Agronegócio da Seagro, José Américo Vasconcelos informou que, atualmente, muitas empresas investem na produção de frutas no Manuel Alves e que o dia técnico será muito importante para disseminar as tecnologias em uso na produção de frutas, orientar sobre a parte técnica das culturas de abacaxi, banana e manga e como deve ser feita a irrigação. “No evento será divulgado, também, o potencial da fruticultura no Tocantins”, destacou.

Projeto Manuel Alves

O Projeto de Irrigação Manuel Alves, localizado no município de Dianópolis, desponta como um dos maiores polos de produção de frutas do Tocantins. A área do projeto possui bastante água, além de solo e clima adequados para o cultivo de frutas. A produção já é significativa no projeto e as frutas têm comércio garantido no mercado interno, sendo também comercializadas para vários estados do Brasil.

O gerente de fruticultura do Projeto Irrigado Manuel Alves, Patrik Diogo Antunes, informou que a produção de frutas, incluindo abacaxi, banana, manga, melancia e abóbora, no Manuel Alves é de aproximadamente 600 toneladas ao mês. Sobre a produtividade nas culturas, o gerente afirma que vem crescendo ano a ano, graças ao uso de tecnologias nas unidades de produção. “Os produtores têm utilizado as tecnologias com cuidado nos tratos culturais, nutrição das plantas, controle fitossanitários e uso de variedades mais produtivas”, exemplificou. Atualmente a produtividade na cultura de banana é em média de 30 toneladas por hectares, o abacaxi, entre 25 a 33 mil frutas por hectare e a manga, 1ª e 2ª safras, 8 a 12 toneladas por hectares.

O trabalho realizado em parceria com o Governo do Tocantins tem sido importantíssimo para o desenvolvimento do polo, no que diz respeito à infraestrutura. Atualmente, a área da agricultura familiar apta ao plantio é de 983 hectares, sendo 600 hectares com culturas permanentes e o restante em rotação, com culturas temporárias. Já a área empresarial apta ao cultivo é de 1.950 hectares, de acordo com informações do gerente do projeto. O potencial de extensão do Manuel Alves é de 15 mil hectares.

Produção Integrada

O Governo do Tocantins, por meio da Seagro, atende aos fruticultores com o Programa de Produção Integrada, empregando tecnologias que permitem a aplicação de boas práticas agrícolas e controle efetivo de todo o processo produtivo. A fruticultura tocantinense está amparada por esse sistema, que favorece o perfeito desenvolvimento da atividade.

Logística

A posição geográfica estratégica do Tocantins, aliada à malha rodoviária e ferroviária que passa pelo Estado, favorece o desenvolvimento da fruticultura e assegura uma produção sustentável, com bases sólidas, proporcionando assim, total segurança ao processo produtivo e distributivo no Estado.

Programação

8 às 9 horas:

Inscrições

Estação 1

Apresentação do Perímetro Irrigado Manuel Alves – Engenheiro Agrônomo e gerente do Dima, Patrik Diogo Antunes; Obras Complementares – Engenheira Civil e diretora de irrigação e drenagem da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento ( Seplan), Etielma Oliveira Bezerra Soares.

De 9 às 14 horas

Estação 2

Manejo da Cultura do Abacaxizeiro – Produção Integrada – Palestrante: Aristóteles Pires de Matos – Embrapa

Estação 3

Manejo da Cultura da Bananeira – Produção Integrada – Palestrante: Zilton José Maciel Cordeiro – Embrapa

Estação 4

Manejo da Cultura da Manga – Palestrante: Nelson Fonseca – Embrapa

Estação 5

Manejo da Irrigação na Fruticultura – Palestrante: Antônio Humberto Simão  – Mapa – SFA/TO;

Estação 6

Jusama e Casa da Lavoura  – Soluções em Transportes de Água – Palestrantes: Coordenador Geral de Vendas do Oeste da Bahia (Netafim) Maurílio Palhari; e o gerente de Serviços Brasil e gerente Climateminder América do Sul (RAINBIRD) Frederico Haun

Estação 7

Fertirrigação na Cultura do Abacaxi – Engenheiro Agrônomo e coordenador de Desenvolvimento de Mercado (SQM Vitas Brasil) Mitsuhiro  Abe

Estação 8

Estratégias Nutricionais para a Cultura do Abacaxi – Engenheiro Agrônomo da Quimifol, Lucas Vilela e engenheiro agrônomo da Quimifol, André Perez

Seja o primeiro a comentar on "Dia Técnico debate a fruticultura irrigada no Tocantins"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*