Evento sobre Cultura Popular é aberto na Biblioteca Epifânio Dória

O evento contou com aula inaugural sobre “Cultura Popular Enquanto Patrimônio de um Povo”


A atividade segue até o final da semana, com exposição, minicurso e debates

A Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED) iniciou na manha da última segunda-feira, 28, as atividades do Projeto “Cultura Popular Sergipana na Sala de Aula: Um Caminho para o Resgate da Nossa Identidade”. A iniciativa, realizada em parceria com o Fórum dos Secretários e Dirigentes Municipais de Cultura de Sergipe, faz alusão ao Mês do Folclore se somando a uma série de atividades desenvolvidas pelo Governo de Sergipe através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Voltada para professores e estudantes, a programação inclui oficinas, exposição e palestras. “O projeto surgiu da ideia de preservação da nossa cultura popular, já que temos aqui no Estado de Sergipe uma das mais ricas do Brasil. Aqui na Biblioteca guardamos um acervo voltado para essa área, além de termos a Sala da Cultura Popular, que guarda o maior acervo de cordel do Estado. Nossa intenção é levar isso para os estudantes, para que conheçam nosso acervo”, disse a diretora da Biblioteca, Maria Juciene de Jesus.

O evento contou com aula inaugural sobre “Cultura Popular Enquanto Patrimônio de um Povo”, com o diretor de Patrimônio Histórico Artístico e Cultural (Depac) da Secult, Marcos Paulo e do professor da UFS, membro do Conselho Estadual de Cultura, Fernando Aguiar.  “O grande foco desta aula é pensar as culturas populares na dimensão plural, enquanto construções e dinâmicas, superando o conceito tradicional do folclore. Nessa atual sociedade de mídia e consumo de massa, é extremamente necessário levar para a juventude a nossa cultura, não apensas pensando num passado estático, mas sob o olhar de uma cultura dinâmica e viva”, argumentou Fernando Aguiar.

Alunos da Escola Estadual Vitória de Santa Maria participaram das atividades e apresentaram a peça de teatro “Samarica Parteira”. “Achei muito interessante o evento de hoje, pois traz conhecimento para a gente sobre a nossa história. A gente preparou uma peça teatral que retrata o sertão, inspirada a em uma musica de Luiz Gonzaga. A música conta a história de uma mulher grávida que está sofrendo as dores do parto, e seu marido sai em busca da parteira”, afirmou a estudante Juliana Santos de Oliveira.

Participando do evento, a secretária Municipal de Cultura de Santo Amaro das Brotas, Valdenise Barreto, também falou sobre a importância de levar aos estudantes o conhecimento sobre os grupos do Estado. “Este evento é possibilidade que os estudantes têm de saber mais sobre a nossa cultura, para não deixar que essa cultura enfraqueça. Todas as vezes que vemos uma criança cantando cantiga de roda ou dançando nos grupos, é um sinal de que esta cultura está vida e que ele vai permanecer por mais uma geração”, acredita.

Durante a manhã também aconteceu o lançamento da Exposição “Sergipe Cultural Popular”, composta por xilogravuras dos artistas, Elias Santos e Ana Denise, bordados de D. Maria Glória, fotografia Edel Ferreira, Luana Feldens, Raiane Souza e Moema Costa, além de figurinos de grupos folclóricos. A programação incluiu a realização do minicurso “Manifestações Culturais Populares, Patrimônio da Sergipanidade”, com direito a certificado, e a palestra da profª. Maria Carneiro. O evento segue nos próximos dias com mais debates e palestras, confira:

PROGRAMAÇÃO

29/08

08h30 – Palestra: Brinquedos e Brincadeiras?! É Coisa Séria!
Altair Oliveira Trindade – Arte Educadora, Professora da Rede Municipal de Educação (Aracaju).
09h30 – Debate
10h30 – Apresentação – Projeto Didático-Pedagógico “Cult Folclore”
Desenvolvimento – Alexsander Alves, Monitor “Mais Educação”
Coordenação -Profª Karen Virginio

130/08

08h30 – Palestra: Saberes na roda: e se a universidade fosse um terreiro?
Profª Alexandra Dumas – Professora Doutora da Universidade Federal de Sergipe, Núcleo de Teatro e Mestrado em Cultura Popular
09h30 – Debate
10h30 – Apresentação – Projeto Didático-Pedagógico Socializar e Incluir – “Reisado”
Facilitadoras -ProfªMaria Gilda e Alice

31/08

08h30 – Palestra:  A Cultura Popular e a prática pedagógica em Sala de Aula
Profª Mª Janaina Couvo – SEED, Faculdade SERIGY/UNIRB
09h30 – Debate
10h30 – Apresentação – Projeto Didático-Pedagógico “Oficina de rádio”
Desenvolvimento – Professor Agnaldo dos Santos Silva
Coordenação – Liliane Vieira Nunes

01/09

08h30 – Palestra: Cultura Popular na Sala de Aula, na Prática
Marcos Vinícius – Professor da Faculdade São Luís de França, DASE
09h30 – Debate
10h30 – Apresentação – Projeto Didático-Pedagógico “Cultura: Nossa Consciência – Maculelê”
Desenvolvimento – Profª Adalcy Costa

Seja o primeiro a comentar on "Evento sobre Cultura Popular é aberto na Biblioteca Epifânio Dória"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*