No Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura, governador Colombo destaca a força do agronegócio de SC


Em seu discurso, o governador Colombo ressaltou o peso do agronegócio na economia catarinense e as ações do Governo do Estado para proteger e promover o setor. “Santa Catarina tem pouco mais de 1% do território nacional, mas é um gigante do agronegócio. O modelo de agricultura familiar consolidado no estado é o nosso maior patrimônio”, afirmou.

Entre as ações promovidas em SC para desenvolver cada vez mais o setor, Colombo citou os investimentos em sanidade animal, as melhorias em infraestrutura para promover qualidade de vida no meio rural e o foco na formação e qualificação dos jovens produtores. “Oferecemos cursos e treinamentos para que as novas gerações consigam ter ainda mais produtividade e rentabilidade em suas propriedades, gerando emprego e renda nas diferentes regiões do estado”, exemplificou.

No cenário nacional, o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, destacou o profissionalismo do setor. “São décadas de investimentos, pesquisas e aprimoramentos tecnológicos que resultaram em uma sólida cadeia produtiva. Nossa competência é resultado de muito trabalho”, afirmou, ressaltando o reconhecimento internacional da qualidade dos produtos brasileiros.

Entre os expositores da feira, está a empresa catarinense Plasson, de Criciúma, que trabalha com soluções em equipamentos e serviços para avicultura e suinocultura. O governador visitou o estande da empresa, que tem projetos para expansão em SC.

Tradição catarinense

Com forte tradição na pecuária, Santa Catarina é o maior produtor nacional de carne suína e o segundo maior de carne de frango. O estado conta com 18 mil produtores integrados às agroindústrias e o setor de carnes gera quase 60 mil empregos diretos em frigoríficos e indústrias de beneficiamento.

“O setor é um grande empregador em Santa Catarina, contribuindo significativamente para que tenhamos hoje a menor taxa de desemprego do país”, acrescentou o governador Colombo.

Santa Catarina é um grande exportador de proteína animal e seu grande diferencial está na sanidade do rebanho. Hoje, é o único estado do país reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal como área livre de febre aftosa sem vacinação e, junto com o Rio Grande do Sul, faz parte de uma zona livre de peste suína clássica.

Exportações de SC

O agronegócio de Santa Catarina atende o mercado brasileiro e o exterior, com presença em mais de 120 países. A carne de aves é o principal produto na pauta de exportações de Santa Catarina. No acumulado do ano até julho, as exportações do produto já ultrapassam as 555,8 mil toneladas e o faturamento passou de um bilhão de dólares. O crescimento da receita em relação ao mesmo período do ano passado foi de quase 7%.

A carne suína também segue com bons resultados. De janeiro a julho de 2017, foram 162,3 mil toneladas exportadas e as receitas passam de US$ 385,4 milhões, 36% a mais do que o faturamento no mesmo período de 2016. Os números são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

O evento

O Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura é promovido pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). São mais de dez mil metros quadrados de área de exposição, com a participação de agroindústrias produtoras de aves, ovos e carne suína, empresas de equipamentos, fornecedores de insumos, logística, laboratórios, certificadoras e outros segmentos da cadeia de proteína animal.

O evento conta, ainda, com programação de debates na área técnico-científica e político-conjuntural, unindo especialistas nacionais e internacionais. A programação do evento, realizado no Anhembi Parque, segue até esta quinta, 31, e está disponível no site oficial.

Seja o primeiro a comentar on "No Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura, governador Colombo destaca a força do agronegócio de SC"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*