Em Florianópolis, governador abre Congresso Catarinense de Saneamento 2017


O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira participaram na manhã desta quinta-feira, 31, em Florianópolis, da abertura da primeira edição do Congresso Catarinense de Saneamento 2017 (Concasan) e da Feira de Saneamento. No evento, estão em debate as tecnologias avançadas de tratamento de água e esgoto, qualidade de águas costeiras, balneabilidade, emissários submarinos na América Latina, gestão de recursos hídricos e gestão da água e ambiente. Durante dois dias, cerca de duas mil pessoas participarão de debates e de cerca de 70 palestras, além de conferir a feira com mais de 30 empresas expositoras e patrocinadores.

“Saneamento é saúde, é qualidade de vida, por isso é muito importante um congresso como este. Um estado turístico como o nosso precisa de investimentos. Estamos conseguindo reverter uma situação desfavorável de Santa Catarina para um quadro de equilíbrio. Os investimentos que estão em curso são os maiores da história. Tenho a certeza que o ganho será imediato para todos os catarinenses”, disse o governador.

Participaram o presidente da Casan, Valter Gallina, o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick Ratese, os presidentes da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (AESBE) e outras autoridades. Organizado numa parceria entre Casan e Sindicato dos Engenheiros de Santa Catarina (Senge), o congresso tem apoio da Fiesc e do Crea.

“O evento é uma troca de experiências e informações nesta área tão importante que é o saneamento. Em Santa Catarina, os investimentos no setor estão sendo fundamentais para melhorar a qualidade de vida e garantir ainda mais desenvolvimento para nosso estado”, salientou o vice-governador Eduardo Moreira.

O presidente da Casan, além de ressaltar a importância do congresso, lembrou que há pouco tempo, em meados da década passada, o estado ocupava a 24° posição no ranking nacional de coleta e tratamento de esgoto. Conforme Gallina, uma posição contraditória para um estado que sempre aparece nas primeiras posições no demais indicadores de qualidade de vida. “Precisávamos reverter os índices de saneamento. Então, com planejamento, investimentos e muito trabalho chegamos à 18° posição deste mesmo ranking. Vamos terminar este ano como o 13° estado, devido às obras de esgotamento sanitário que já entregamos ou vamos inaugurar nos próximos quatro meses. Nosso objetivo é ainda colocar SC entre as cinco ou quatro primeiras posições neste ranking de saúde até 2019”, informou.

O evento que está acontecendo no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, receberá alguns dos principais especialistas mundiais em saneamento, entre eles George Tchobanoglous, professor emérito no Departamento de Engenharia Civil e Engenharia do Ambiente na Universidade da Califórnia.

A Feira de Saneamento também reserva espaço para o público escolar, com atrações educativas e lúdicas e distribuição de material informativo mostrando a importância de proteger a natureza. No estante da Casan, o tratamento de água está sendo demonstrado em uma miniestação. A visitação é gratuita.  O governador e o vice também visitaram a feira.

Seja o primeiro a comentar on "Em Florianópolis, governador abre Congresso Catarinense de Saneamento 2017"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*