Inea discute plano de ação para resgate de baleias


Foi proposta a elaboração de um protocolo de ações para atendimento de ocorrências

 

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) reuniu seu quadro técnico e representantes do Laboratório Maqua, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), do Aquário Marinho do Rio de Janeiro (AquaRio) e de empresas que atuam nas Baías de Sepetiba e de Ilha Grande para discutir e definir ações para o regaste de baleias que, no processo migratório para a costa brasileira, podem encalhar nas praias.

Foi proposto um diagnóstico do incidente e suas possíveis causas e ainda a elaboração de um protocolo de ações para o atendimento de novas ocorrências de encalhe.

– Um grupo de trabalho foi estabelecido para estudar o que pode estar causando essa incidência de baleias encalhadas para, a partir daí, definir um plano de ação para que possamos agir com mais prontidão e eficiência no atendimento e assim aumentar as chances de sobrevivência delas – declarou o presidente do Inea, Marcus Lima.

O biólogo Rafael Carvalho, do Laboratório Maqua, considerou a reunião fundamental, tendo em vista os últimos acontecimentos de encalhe de baleias em um curto espaço de tempo.

– Temos que tentar entender o porquê esses animais estão encalhando e morrendo, e tentar identificar as causas. Então, acho que essa primeira reunião foi essencial para tentar definir as estratégias que permitirão direcionar melhor as nossas ações em casos futuros – ressaltou Rafael.

Em apenas uma semana, três baleias da espécie jubarte encalharam em pontos diferentes da costa do Rio de Janeiro: Búzios, Restinga de Marambaia e Ilha Grande. Duas foram resgatadas e uma morreu.
Uma ação conjunta entre técnicos do Inea, Bombeiros, veterinários e biólogos resgatou uma baleia da espécie jubarte, na Restinga de Marambaia, no dia 24.

Mas, apesar de todos os esforços empregados pela força-tarefa montada pelo Instituto Estadual do Ambiente para tentar resgatar outra baleia, também da espécie jubarte, que encalhou na Praia do Sul, em Ilha Grande, no sábado (26/8), o animal não resistiu.

Seja o primeiro a comentar on "Inea discute plano de ação para resgate de baleias"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*