Observadas no 2º Encontro de Mulheres, necessidades dos distritos serão levadas às autoridades responsáveis

A equipe da Seas e parceiros seguiu rumo aos distritos no barco Deus é Amor


Em 30 horas de programação, o segundo Encontro de Mulheres do Médio e Baixo Madeira acumulou bons atendimentos e resultados positivos. A equipe de aproximadamente 20 pessoas ofereceu, ao longo dos dias 29 e 30, oficinas de saúde da mulher e cuidados com a pele; cursos de automaquiagem; mesas de diálogo sobre políticas públicas e segurança alimentar, além de apresentações culturais.

Dejanira Maria, gerente do núcleo da mulher na Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas) e participante do encontro, conta que o número de participantes foi satisfatório e que as necessidades reveladas lá serão encaminhadas às autoridades responsáveis.

“Muitas realmente interagiram e fizeram pedidos simples como acesso à educação, saúde, água potável e segurança. Tudo isso foi anotado e será repassado à quem é de competência. Nosso objetivo é sempre ajudar e oferecer mais qualidade de vida”, resumiu.

Vilma Alves, secretária adjunta da Seas, ressaltou que além de atender essas necessidades, o Encontro também serve para gerar o espírito empreendedor e, consequentemente, independência financeira. “São mulheres que estão inseridas na agricultura familiar, que já cultivam e que podem fazer disso a principal fonte de renda da família. Nestes encontros o nosso objetivo em empoderar, isso tanto nelas como mulheres quanto como empreendedoras ou chefes de família”, finalizou.

Seja o primeiro a comentar on "Observadas no 2º Encontro de Mulheres, necessidades dos distritos serão levadas às autoridades responsáveis"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*