Chega a 22 número de feridos no metrô de Londres; polícia vê ato terrorista


Passageira do metrô de Londres fica ferida em explosão - Divulgação Agência EFE

Passageira do metrô de Londres fica ferida em explosão – Divulgação Agência EFE

O número de pessoas hospitalizadas com ferimentos, por causa de uma explosão em um trem do metrô de Londres, na estação de Parsons Green, chegou a 22, informou o Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês).

Segundo a imprensa britânica, várias pessoas sofreram queimaduras no rosto, nos braços e nas pernas.

A explosão, seguida de incêndio, foi provocada por um recipiente branco que estava dentro de uma bolsa de supermercado, em vagão de um trem com capacidade para 865 passageiros.

O ataque aconteceu no trecho externo da linha District Line, que foi parcialmente suspensa, entre as estações de Wimbledon e Earls Court.

A primeira-ministra britânica, a conservadora Theresa May, vai fazer à tarde uma reunião do comitê de emergência Cobra, formado pelos principais ministros do governo.

A polícia confirmou que trata o caso como um ataque terrorista, que provocou uma “bola de fogo” em um trem repleto de passageiros.

Seja o primeiro a comentar on "Chega a 22 número de feridos no metrô de Londres; polícia vê ato terrorista"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*