Brasil é o décimo país a enviar estudantes para os Estados Unidos

Foto: Divulgação

Número de estudantes internacionais nos EUA atinge novo recorde de mais de 1.094 milhão

De acordo com dados do Relatório Open Doors de 2018 sobre Intercâmbio Educacional divulgado hoje pelo Instituto Internacional de Educação (IIE) e pelo Departamento de Assuntos Educacionais e Culturais do Departamento de EUA (ECA), o Brasil é o décimo país em todo o mundo a enviar estudantes para os EUA, o maior aumento percentual, 10,7%, em estudantes internacionais entre qualquer país nos anos escolares 2016-2017 e 2017-2018. O número total de estudantes internacionais nos EUA aumentou em 1,5% alcançando um recorde de 1.094.792 para o ano letivo 2017-2018, enquanto os estudantes norte-americanos no exterior aumentaram 2,3% em 2016-2017 em relação ao ano anterior. Os EUA continuam sendo o principal anfitrião de estudantes internacionais em todo o mundo.

Celebração da Semana Internacional da Educação:

O encarregado de Negócios William Popp ressaltou a importância do estudo internacional para a Missão dos EUA no Brasil – “O intercâmbio educacional entre o Brasil e os EUA é uma prioridade para nós. Ficamos entusiasmados de ver que mais brasileiros estão escolhendo os EUA como seu destino de estudo preferido e esperamos que esse número continue crescendo. Fortes parcerias entre instituições brasileiras e norte-americanas, como EducationUSA, Fulbright, CAPES e outras, ajudaram a tornar esse aumento possível”.

A Missão dos EUA no Brasil celebrará a Semana Internacional da Educação, de 12 a 16 de novembro, com diversas iniciativas e oportunidades para os estudantes brasileiros aprenderem mais sobre estudar nos EUA. A EducationUSA organizará um Feira sobre Community Colleges no JW Marriott, no Rio de Janeiro, no dia em 14 de novembro, às 17h00. A EducationUSA também realizará um Webinar  com a Rice University sobre “Como matricular-se em universidades de pesquisa nos Estados Unidos” no dia 14 de novembro, às 14h30, e outro webinar da Pasadena City College, Polyomona da Califórnia e da UCLA em suas instituições e como transferir crédito de um Community College da Califórnia para uma universidade ou faculdade estadual. A EducationUSA também vai realizar um bate-papo ao vivo no Facebook Live chat, em português, para destacar a abertura oficial do Opportunity Funds program, no dia 14 de novembro, às 18h00 horas (horário de Brasília). Mais informações podem ser encontradas no site http://EducationUSA.org.br. Muitas oportunidades de bolsas também podem ser encontradas na Fulbright Brasil: http://fulbright.org.br. Mais informações estarão disponíveis no site da Embaixada: http://br.usembassy.gov.

 

Resultados do relatório Open Doors:

O número de estudantes brasileiros nos EUA aumentou para 14.620 depois de ter caído no ano anterior. O Brasil é o décimo país no ranking mundial a enviar estudantes para os EUA.

Os números refletem um aumento constante na mobilidade estudantil em todo o mundo, enquanto o número de estudantes latino-americanos e caribenhos aumentou um pouco, 3,8%. Os estudos de graduação aumentaram 0,8%, os estudantes de pós-graduação caíram 2,1% e os estudantes matriculados em cursos de língua inglesa caíram 18,7%, especialmente de programas governamentais patrocinados na Arábia Saudita e Índia. No entanto, pelo terceiro ano, o segmento de estudantes internacionais com crescimento mais rápido foi o programa de Treinamento Prático Opcional (Optional Practical Training–OPT) relacionado aos seus campos acadêmicos. Alguns fatores que impulsionam a desaceleração do crescimento em alguns países incluem uma mistura de condições econômicas globais e locais. Alguns casos expandiram oportunidades de ensino superior em seus próprios países e declínio nas populações. Para os brasileiros, os maiores aumentos foram em estudos de graduação com um aumento de 16,6% e programas de não graduação, incluindo intercâmbio de curto prazo e programas intensivos de inglês, com um aumento de 17,1%.

Principais locais de origem e estados anfitriões de estudantes estrangeiros nos EUA:

Os principais países que enviaram estudantes para os Estados Unidos foram China, Índia, Coréia do Sul, Arábia Saudita, Canadá, Vietnã, Taiwan, Japão, México e Brasil. Os estados anfitriões foram Califórnia, New York, Texas, Massachusetts, Illinois, Pensilvânia, Florida, Ohio, Michigan e Indiana. Para os brasileiros, os cinco estados anfitriões foram Flórida, Califórnia, Nova York, Massachusetts e Texas.

Programas acadêmicos e níveis de estudo:
O Relatório Open Doors de 2018 relata que metade (49,8%) de todos os estudantes internacionais frequentam cursos STEM, com um em cada cinco estudantes frequentando cursos de engenharia. Pelo quinto ano consecutivo, Matemática e Ciência da Computação foram os campos de estudo com um rápido crescimento (+11,3%). Para o Brasil, 50,3% dos 14.620 estudantes nos EUA buscaram programas de graduação, 28,8% de pós-graduação, 8,9% de intensivos de inglês e 12% de programas OPT.


Sobre o Open Doors:

O relatório Open Doors é publicado pelo Instituto Internacional de Educação (IIE), que colabora com vários parceiros corporativos, governamentais e fundações em todo parte do mundo para planejar e administrar programas de bolsas de estudos, estudos no exterior, capacitação de mão-de-obra e desenvolvimento de lideranças. O Bureau de Assuntos Educacionais e Culturais (ECA) do Departamento de Estado dos EUA constrói relações entre a população dos EUA e a população de outros países por meio de intercâmbios acadêmicos, culturais, desportivos, profissionais e com o setor privado, assim como de parcerias público-privadas e programas de mentoria. O EducationUSA é uma rede de contatos do Departamento de Estado formada por mais de 400 centros de aconselhamento para estudantes internacionais em mais de 170 países, e no Brasil temos à disposição 36 centros de aconselhamento educacionais. A rede promove o ensino superior dos EUA para estudantes fornecendo informações precisas, abrangentes e atuais sobre oportunidades para estudar em instituições pós-ensino médio credenciadas nos EUA. Para mais informações sobre o relatório Open Doors, acesse: http://IIE.org/Opendoors

Seja o primeiro a comentar on "Brasil é o décimo país a enviar estudantes para os Estados Unidos"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*