Intercâmbio voluntário alia estudo de idiomas a projetos sociais

Desde cuidar de idosos e crianças debilitadas até auxiliar na reabilitação de animais silvestres, são muitas as opções de trabalho voluntário para quem deseja estudar e fazer o bem no exterior

Celebrado no mês de agosto, o Dia Nacional do Voluntariado, 28 de agosto, foi instituído há 33 anos como forma de prestigiar aqueles que se doam para a missão de ajudar outras pessoas e/ou causas de cunho social. De acordo com a pesquisa realizada pela Rede Brasil Voluntário e Ibope Inteligência, cerca de 35 milhões de brasileiros com mais de 16 anos faz ou já fez algum trabalho voluntário. Muitos destes, portanto, optam por desempenha-lo fora do país, agregando ao serviço o aprendizado de novo idioma.

São muitas as possibilidades para quem deseja embarcar com esse objetivo, desde cuidar de idosos e crianças debilitadas até auxiliar na reabilitação de animais silvestres. Nesse contexto, a África do Sul é o país com mais programas de trabalho voluntário e tem atraído brasileiros interessados em desafios. Um deles foi o médico veterinário Felipe Noleto, que desembarcou ano passado na cidade de Bloemfontein, no projeto Zanchieta Wild Cat Farm, pelo programa de intercâmbio voluntário da World Study.

“Passei um total de 3 semanas no projeto, trabalhando em contato direto com leões, servais, linces do deserto, suricatos, porcos espinhos, macacos, corujas, e os meus preferidos, os guepardos”, conta Felipe. “Pela minha formação como médico veterinário, acabei prestando assistência aos animais da fazenda, sempre que possível em coisas básicas, gerando um aprendizado ainda maior no meu caso”, ressalta.

Segundo o intercambista, a experiência foi tão enriquecedora que ele pretende voltar ao país para rever a equipe e os animais com os quais teve contato. “Tenho intenções reais de visitar a fazenda novamente e reencontrar toda a equipe e principalmente os meus bebês guepardos –  Dano, Jasper e Emerald – que ficaram sobre meus cuidados no período em que estive lá”, declara, saudoso. Apesar do nervosismo inicial, para ele, a experiência valeu à pena. “Foi algo que moldou diretamente a minha vida pessoal e profissional, e eu recomendo que todas as pessoas que tem condições busquem experiências semelhantes”, aconselha Felipe.

Além desta modalidade, a empresa brasileira World Study promove intercâmbios no mundo inteiro, para os mais variados tipos de interesses. Segundo Denis Lacerda, gerente da WS Brasília, estes são voltados para intercambistas de todas as idades, sendo necessário ter mais de 18 anos.

“Para quem vai ser voluntário na África do Sul, por exemplo, são oferecidas aulas de inglês pela manhã e o trabalho voluntário pela tarde”, relata o gerente. No país, a World Study oferece programas como o Jeffrey’s Bay Kindergarten, que promove experiência educacional para crianças necessitadas; o Namibia Wildlife Conservation, que trabalha com a conservação da terra, cultura e vida selvagem, resgatando espécies ameaçadas pela redução de seus habitats culturais, e o Organic Farming, com práticas de agricultura de forma holística, utilizando técnicas de biodinâmica e astrologia da agricultura para a reabilitação do solo e ecossistema locais.

Aniversários com atrativos para os clientes – No mês de agosto, a World Study Brasília comemora 20 anos. E para celebrar a data, WS BSB preparou um mês de benefícios para interessados em vivenciar a experiência do intercâmbio. Os alunos que se matricularem até o dia 31 de agosto receberão um kit exclusivo World Study com kit de dormir, adaptador internacional, tags de viagem, porta documentos, doleira e fita identificadora de bagagem, tudo isso para garantir conforto e praticidade durante a viagem.

Além disso, o valor do intercâmbio poderá ser dividido em até vinte vezes. Além disso, para pagamentos à vista ou até 8 vezes no cartão, a taxa de assessoria não será cobrada e ainda ganhará quatro semanas de seguro viagem.

Durante o mês, ao comprar o seguro anual, o aluno poderá parcelar em até 12 vezes, e caso compre seguros de até 24 semanas, a cada 4 semanas, ele ganhará 1 semana free. “No aniversário da World Study, os sonhos dos alunos são realizados”, finaliza Denis.

Sobre a World Study – Em 1998, um grupo de entusiastas do intercâmbio cultural e ex-intercambistas, com mais de dez anos de experiência acumulada nesse segmento de mercado, resolveu unir forças para propiciar crescimento cultural, acadêmico e social às pessoas que compartilhavam este entusiasmo. Nasceu, então, a World Study Educação Intercultural que, por meio do intercâmbio, entendido como uma ferramenta educacional, oferece as mais diversificadas opções de experiência internacional (intercâmbio) e um atendimento diferenciado, baseado no aconselhamento individualizado e na adequação do programa ao perfil de cada aluno. Atualmente, a empresa possui unidades em todas as regiões do Brasil e bases no exterior.

Praças em que a World Study está presente:

AMAZONAS

CEARÁ

DISTRITO FEDERAL

ESPÍRITO SANTO

GOIÁS

MATO GROSSO

MINAS GERAIS

PARANÁ

RIO DE JANEIRO

RIO GRANDE DO SUL

SANTA CATARINA

SÃO PAULO

SERGIPE

 

BASES NO EXTERIOR:

BRISNABE (Austrália)

SYDNEY (Austrália)

DUBLIN (Irlanda)

Seja o primeiro a comentar on "Intercâmbio voluntário alia estudo de idiomas a projetos sociais"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*