Macrotia pode diminuir as orelhas sem deixar rastros aparentes

Cirurgião Plástico Marco Cassol explica como funciona a cirurgia que é bastante procurada entre os idosos

As orelhas desempenham um papel fundamental na composição da face. Entretanto, em duas circunstâncias – em abano ou quando são muito grandes -, acabam ficando em evidência e prejudicam a harmonia facial. No caso de orelhas grandes, é recomendável que o paciente opte pela macrotia, cirurgia específica para a diminuição do tamanho das orelhas.

De acordo com o cirurgião plástico Dr. Marco Cassol, a maioria dos casos acontece nos pacientes idosos e é representada pelo aumento do lóbulo da orelha. Nestes casos, é feita a redução do lóbulo da orelha e a cicatriz fica escondida atrás dela.

Já nos casos de macrotia congênita, o pavilhão auricular é maior que o esperado tanto longitudinal, quanto horizontalmente. “Nos casos de macrotia congênita, é necessária uma redução do arcabouço cartilaginoso e da pele anterior do pavilhão articular. É possível diminuir a orelha em torno de 1,5cm no comprimento pela retirada da parte da cartilagem escafa, e 0,5cm de largura pela retirada de cartilagem da concha”, ressalta Cassol.

Normalmente, a técnica utilizada é a de Bauer e é possível associar a correção de orelha de abano na mesma intervenção. As cicatrizes resultantes da redução de orelha são grandes, porém ficam escondidas na hélix (dobra externa da orelha).

Quando o paciente se submete à cirurgia de orelhas, é indicado evitar sol, friagem, vento e traumatismos locais por um período de até 14 dias. A alimentação normal volta a ser liberada a partir do segundo dia do pós-operatório, e as atividades rotineiras poderão ser feitas depois de cinco dias.

Marco Cassol, cirurgião plástico e especialista em face feminina

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o cirurgião plástico, pode responder sobre botox, fios de sustentação da face absorvíveis, silicone nos seios, cirurgia para reduzir as mamas, criolipólise, microlipoaspiração, cirurgia íntima, novidades da área clínica, procedimentos estéticos, entre outros assuntos. Com mais de 15 anos de experiência, é formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seja o primeiro a comentar on "Macrotia pode diminuir as orelhas sem deixar rastros aparentes"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*