Brasil e Colômbia se unem em busca de melhorias para os cafeicultores

Representantes da produção cafeeira dos maiores países produtores de arábica do mundo – Brasil e Colômbia – estão unindo forças para buscar soluções à persistente crise global de preços do café após líderes do setor se reunirem em Brasília, no dia 14 de junho, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para discutir soluções.

Um dos maiores obstáculos que os cafeicultores tem enfrentado são os altos custos de produção acima do preço de venda, o que agrava a situação econômica das regiões cafeeiras ao redor do mundo, tornando incerta a oferta futura de café aos consumidores. O Brasil e a Colômbia são o maior e o terceiro maior produtores de todos os tipos de café no mundo.

Foram inúmeras tentativas de diálogo sem sucesso feitas por parte dos países produtores e Fórum Mundial de Produtores de Café (FMPC), com os demais participantes da cadeia de valor do grão, antes de chegar a uma proposta. Desse modo, os líderes elaboraram medidas em diversas frentes, tais como a aproximação dos produtores com os consumidores finais e a agregação de valor na origem, de maneira que a riqueza gerada ao longo de toda a cadeia seja melhor distribuída, garantindo a sustentabilidade econômica dos produtores.

A importância da transparência do mercado e que os contratos futuros do café reflitam as realidades, sem a interferência de fatores externos que afetam os preços e aumentam a insegurança, também estarão em pauta. Os dois países consideram fundamental que a Intercontinental Exchange – ICE e o governo dos Estados Unidos regulem a participação dos atores “não comerciais” nos contratos futuros do café, além de adotarem outras medidas para aumentar a clareza na formação dos preços e a eficácia das ferramentas de cobertura de riscos. Da mesma forma, analisa-se a viabilidade e o impacto da gestão dos estoques de café nas origens produtoras.

Como um dos apoiadores da aliança, o II Fórum Mundial de Produtores de Café será realizado nos dias 10 e 11 de julho, em Campinas (SP), e trará o resultado do estudo “Análise Econômica e Política para Melhorar os Rendimentos dos Produtores de Café”, elaborado pelo professor e economista da Universidade de Columbia, Jeffrey Sachs. Mais informações no site wcpf2019.com.br.

SERVIÇO

II Fórum Mundial de Produtores de Café

Data: 10 e 11 de julho de 2019

Local: Royal Palm Plaza, em Campinas (SP)

Ingressos: http://bit.ly/2Zf9drk

Mais informações: info@worldcoffeeproducersforum.com / wcpf2019.com.br

Seja o primeiro a comentar on "Brasil e Colômbia se unem em busca de melhorias para os cafeicultores"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*