Primeira brigada contra mosquito é formada em siderúrgica

Mosquitos com Wolbachia no insetário da Fiocruz  Foto: Comunicação/Instituto Oswaldo Cruz

A Secretaria da Saúde do Ceará, por meio do Núcleo de Controle de Vetores da Sesa, e o Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika realizam até esta quinta-feira, 8, a formação da primeira turma de Brigadistas de Combate ao Aedes aegypti da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Os 80 participantes estão recebendo informações sobre as formas de combate ao mosquito, as doenças transmitidas por ele e, aprendendo na prática, como realizar vistoria nas instituições.

A formação, que iniciou na última quinta-feira, 1º de fevereiro, é para capacitar funcionários e terceirizados da Siderúrgica para atuarem como brigadistas no enfrentamento e controle do mosquito, realizando vistorias a cada sete dias em todo o complexo. “Os funcionários da CSP ao receberem a capacitação se tornarão brigadistas, realizando atividades de inspeção em suas instituições, eliminando criadouros e focos do mosquito em seu ambiente de trabalho e domicílio, bem como também atividades educativas com seus familiares e amigos”, ressalta Caio Cavalcanti, coordenador do Comitê Gestor de Políticas de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika.

Capacitação permanente

Outras secretarias e instituições também estão capacitando e fortalecendo a atuação das brigadas, além de formar multiplicadores no combate ao mosquito. “Iniciamos 2018 com a capacitação em órgãos do Governo do Estado do Ceará, com o objetivo de fortalecer a atuação das brigadas. A ideia é formar brigadistas em instituições públicas, privadas e também na sociedade”, ressalta Caio Cavalcanti.

Seja o primeiro a comentar on "Primeira brigada contra mosquito é formada em siderúrgica"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*