Em Cruzeiro, jovem transporta alunos voluntariamente para aulas do Quero Ler

Casal se desdobra para ensinar em turmas do Quero Ler na escola Craveiro Costa (Foto: Resley Saab)

Ainda não tinha anoitecido e o jovem Eremilson Medeiros de Almeida, de 22 anos, já estava em sua terceira viagem, transportando estudantes na garupa da sua motocicleta para as aulas da escola Craveiro Costa, no bairro Remanso, em Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade do Acre, de pouco mais de 82 mil habitantes, distante 640 quilômetros de Rio Branco.

As idas da casa para a escola – e vice-versa – são um incentivo a mais para as pessoas matriculadas naquela que é considerada a maior mobilização de alfabetização de jovens e adultos da Região Norte, o programa Quero Ler, do governo do Acre.

Almeida, estudante do curso de Educação Física da Universidade Federal do Acre (Ufac), não recebe nada pelo transporte dos alunos. Ele começou levando e trazendo a sogra, moradora do Cruzeirão, para participar das aulas da filha, a noiva dele, a estudante de Matemática da Ufac Janáira Silva de Souza, 20 anos, monitora do Quero Ler.

Percebeu que seu voluntariado poderia se estender para mais pessoas, a maioria donas de casas, lavadeiras e domésticas fatigadas de descer e subir ladeiras na parte do dia – a cidade é toda sobre relevos íngremes –, mas ávidas por uma oportunidade de aprender a ler e a escrever no período da noite.

“Eu vou lá [à casa dos alunos] porque muitos não têm como vir. Além de a distância ser grande entre os bairros, aqui no Remanso é perigoso. Há muito marginal. Por isso, a melhor forma de ajudar para que não ocorressem evasões foi dessa forma”, ressalta o universitário.

Mas Almeida também tem mais uma carta na manga em favor dos alunos do Quero Ler. Ele ajuda a companheira Janáira nas atividades pedagógicas e no desempenho de cada aluno ao longo das aulas.

“As pessoas já me veem como professor e porque sou voluntário. Isso não me incomoda de não ter remuneração, porque fui gostando da coisa e estou até ajudando minha noiva. Isso para mim é muito bom”, explica o rapaz.

A professora Janáira no início até pensou em desistir. “Mas como ele vem comigo e ainda traz nossos alunos, tudo ficou mais fácil e prazeroso de ensinar.”

Na próxima quinta-feira, 27, o governador Tião Viana participa em Cruzeiro do Sul da aula inaugural da segunda etapa do programa, cujas turmas já começaram no dia 27 de março na maioria dos municípios acreanos.

De 2016 a março último, pelo menos 12.214 estudantes já passaram ou ainda estão estudando pelo programa Quero Ler, em 724 turmas, na região do Vale do Juruá, onde estão localizados os municípios de Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves, Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul. A meta em todo o estado é alfabetizar 60 mil pessoas até o fim de 2018.

Seja o primeiro a comentar on "Em Cruzeiro, jovem transporta alunos voluntariamente para aulas do Quero Ler"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*